********************************************************** ********************************************************** ***********************************
*************************
****************
*********

quarta-feira, 24 de março de 2010

Um bordado à casa torna

Amanhã é o aniversário da minha mãe.


Como boa brasileira esperei até a ultima hora para me decidir por um presente e claro não havia mais tempo para comprá-lo. Como sempre queria oque não tinha, algo especial, algo que a agradasse, mas eu numca saberia se não fosse assim...Já viu mãe não elogiar presente de filho? E olha que ela tem sete!

No ano passado fiz a Narda, portanto não poderia mais ser uma boneca, panos de prato ela faz lindos, oque? oqueeeee?

Decidi por um coração, já que precisava fugir um pouco de tantos coelhos que embora de tecido parecem se proliferar por aqui como os de carne e osso e minha nova meta serão os "Corações de mãe". Bem, escolhida a idéia, claro teria que ter um bordado e fui procurar nas minhas coisas um etamine que é oque eu no momento poderia terminar a tempo, pois conseguiria bordar mais rápido.
Mexendo nos retalhos, fui literalmente catapultada para pelo menos uns 45 anos atrás, ao encontrar dois quadradinhos de um tecido de algodão muito fino bordado ramos de flores em ponto-cruz e contado os fios!!!!
A alguns anos, minha mãe num daqueles ataques ( que devo confessar são hereditários) de por ordem nas coisas e jogar coisas velhas fora e depois obviamente se arrepender, resolveu que um velho avental que foi do seu enxoval, não tinha mais conserto. Um tempo em que se bordava os aventais de cozinha, os monogramas do casal eram bordados juntos e o amor durava uma vida.
Muito usado, já meio puido, só restavam os bolsos. Sorte minha que vi a tempo e salvei os bolsos. Eu os guardei durante anos e já tinha me esquecido deles e olha que viajaram ... Foram comigo para a Alemanha e voltaram para o Brasil treze anos depois. Já estavam hibernando por aqui uns dez anos até aparecerem hoje à luz do destino. Olhando para este bordado impecável e de uma perfeição que eu numca mais vou ter visão para tentar, não tive coragem de usar um bordadinho qualquer feito no etamine rapidinho para não passar vergonha amanhã sem presente e cheia de desculpas.
Bolei um porta-tesoura e alfineteiro que é a parte branca que também é um bolsinho.
O linho rustico mostarda é do anjo "Plante uma semente".

Uma boa filha à casa torna..... bordados também.
O outro bolso? É meu!!!!!!!

3 comentários:

  1. Bruxa, sei não, mas tenho a impressão de que terá que mudar seus "oclinhos"!!!

    Perfeição tem preço!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Mas que idéia tão delicada! Parabéns! Sua mãe vai adorar!
    Vim também lhe dizer que lancei um blog para pesquisa de patchwork e arte têxtil e você está lá. Tanta coisa linda pelo mundo! Já nos conhecemos da Bruxa Kitésse mas venha me visitar na nova casa!
    Beijocas,
    Bia

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...